Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cabo Verde venceu a Tunísia por 2-0 e qualificou-se para o play-off africano de acesso ao Mundial2014.

«Fomos superiores mas não podemos perder a humildade»

Lúcio Antunes colocou um travão na euforia cabo-verdiana, após a vitória dos Tubarões Azuis frente a Tunísia e consequente passagem para o play-off africano de apuramento ao Mundial.

A seleção cabo-verdiana foi à Túnis vencer a Tunísia por 2-0 e alcançar o primeiro lugar do grupo B. Lúcio lembra que ainda faltam dois jogos para se chegar ao Mundial2014 e que tudo pode acontecer. Para o selecionador cabo-verdiano, os adeptos da Tunísia ajudaram na vitória dos Tubarões Azuis.

«Tentamos, com determinação, dignificar o país, respeitando sempre o adversário que é poderoso e que estava a ser apoiado por milhares de adeptos. Mas sabíamos que em desvantagem o público virava contra eles e nós jogamos com isso, colocando em prática o que treinamos durante a semana. Mas é preciso ter os pés no chão, isto é uma estafeta, não é como começa mas sim como termina», disse, aos microfones da Rádio de Cabo Verde.

O selecionador de Cabo Verde fez ainda a seguinte análise do encontro.

«O jogo foi bom, entre duas boas equipas. Cabo Verde soube marcar nos momentos em que esteve melhor, pela sua qualidade de passe, determinação. Sofremos quando tivemos de sofrer mas penso que foi a vitória da melhor equipa. Fomos superiores mas não podemos agora perder a nossa humildade, senão estaremos a dar um trunfo aos nossos adversários no próximo jogo», sublinhou Lúcio Antunes, que afirmou que o apuramento é fruto do trabalho de várias pessoas.

«Este é o resultado do trabalho da Federação, do Governo, de todos os cabo-verdianos que nos têm apoiado, embora nem sempre da melhor forma. Mas isso são ´contas de outro rosário`», disse em Rades, em declarações à RCV.

 

Fonte:Sapo.cv

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:25

Heldon e Platini fizeram os golos dos Tubarões Azuis.

Cabo Verde vence Tunísia e está no play-off africano

A seleção de Cabo Verde venceu este sábado a Tunísia por 2-0, em jogo da última jornada do grupo B do apuramento africano ao Mundial 2014. Os golos do encontro, realizado no Estádio Olímpico de Rades, Túnis, foram apontados por Platini e Heldon, na primeira parte

Obrigados a vencer para garantirem o primeiro lugar, os cabo-verdianos entraram personalizados no encontro, mostrando que estavam em Rades para "vingar" a derrota da primeira volta e vencer os tunisinos. O primeiro sinal foi dado aos quatro minutos, quando Babanco combinou com Ryan Mendes e Platini, mas viu o seu remate travado por um defensor.

O selecionador Lúcio Antunes sabia que poderia surpreender as Águias do Cartago em contra-ataque. Para isso montou uma equipa que fazia da velocidade o seu trunfo, com destaque para Ryan Mendes, Heldon e Platini, muito apoiados de perto por Babanco e Marco Soares.

Foi numa jogada de contra-ataque que os Tubarões Azuis chegaram ao primeiro golo por intermédio de Platini. O médio aproveitou um cruzamento de Heldon para receber na área e atirar a contar. Estavam decorridos 28 minutos.

A Tunísia tentou reagir e tomou de "assalto" a área cabo-verdiana, mas pecou muito na finalização.

Depois de Heldon de ter dado um sinal, num remate de fora da área, na jogada seguinte aproveitou um excelente passe de Marco Soares para encostar para o 2-0 aos 42 minutos, dando uma "machadada" muito forte nas aspirações tunisinas, que precisavam de um empate para passar.

No segundo tempo, a formação tunisina tentou a todo o custo fazer um golo que pudesse trazê-la para o jogo mas não conseguiu. Muito por culpa da boa organização defensiva cabo-verdiana mas também pela falta de pontaria das Águias do Cartago que tiveram uma mão cheia de oportunidades desperdiçadas.

Com o passar do tempo e devido à enorme pressão tunisina, alguns jogadores cabo-verdianos começaram a sentir dificuldades, casos de Gegé e Babanco, que foram substituídos por Carlitos e Sidnei. Mais tarde, o selecionador de Cabo Verde, vendo que o meio-campo estava a fraquejar, tirou o avançado Heldon e lançou o médio Toni Varela, ficando o ataque entregue a Ryan Mendes e Platini.

Mesmo com a pressão tunisina, Cabo Verde conseguiu encontrar espaços para sair em contra-ataque. E esteve perto do golo em duas ocasiões mas Toni Varela primeiro e Ryan Mendes depois, desperdiçaram duas claras oportunidades.

Os tunisinos, sem argumentos para bater Vozinha, começaram a usar alguma dureza na disputa dos lances. Até o final, o resultado não se alterou.

Cabo Verde garante assim o primeiro lugar do grupo B, com doze pontos, mais um que os tunisinos, e vai para os play-off.

 

Fonte:Sapo.CV

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:19







Alguma sugestão em relação ao nosso Blog?