Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O grupo Taylor Gang, representante da ilha do Sal, foi o campeão da noite de sabado, 23, ao arrancar a classificação de primeiro lugar no Konkursu Nasional di Hip Hop, promovido pela Djam Projects. Os grupos de Santo Antão (2º) e São Vicente (3º) ocuparam os restantes lugares do podium. No concurso participavam ainda grupos do Fogo, São Nicolau e Santiago (Praia).

 

DSC_8361-740x431.jpg

 O grupo Taylor Gang, representante da ilha do Sal, foi o campeão da noite de sabado, 23, ao arrancar a classificação de primeiro lugar no Konkursu Nasional di Hip Hop, promovido pela Djam Projects. Os grupos de Santo Antão (2º) e São Vicente (3º) ocuparam os restantes lugares do podium. No concurso participavam ainda grupos do Fogo, São Nicolau e Santiago (Praia).

 

Révelino Marciano, B-Boy Lillou e Ques Bad Guy, o júri internacional do concurso, esteve em sintonia com a maioria do público que no final do evento já pedia o grupo de Sal como vencedor. Antes de entregarem o veredicto, os três campeões actuarem e arrancaram aplausos entusiasmados da audiência que ficou com vontade de mais.

DSC_8126-740x431.jpg

 

Com um atraso de mais de duas horas, o concurso apresentou um grande número de jovens talentosos, alguns em competição e outros como convidados.

 

Um dos momentos marcantes foi a homenagem a Dudu Rodrigues: primeiro fez-se um minuto de silêncio e depois os promotores do evento proferiram algumas palavras recordando o contributo do artista para a arte e entregaram um troféu simbólico à sua família. A ex-companheira de Dudu Rodrigues agradeceu a homenagem e cantou um tema dedicado ao jovem activista cultural, falecido em Novembro do ano passado.

 

Os primeiros classificados do concurso receberam um troféu e um cheque no valor de 60 mil escudos.  E participam hoje de um workshop com os três dançarinos europeus convidados para júri.

 

Fonte: AVoz

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:52


Santo Antão

por Kabuverdianu, em 18.10.14

Santo Antão oferece um cenário de tom verde pintalgado, aqui e ali, pelo, quase sempre, casario colorido. Entre socalcos e vales, os inúmeros labirintos formados pelas levadas, dão sustento à cana-de-açúcar que tão bem resulta num distintivo e artesanal grogue.
 
A Ribeira Grande, o Vale do Paúl e o Topo da Coroa são o culminar de toda a beleza incessante desta ilha, composta de extensas áreas basálticas, de trilhos e caldeiras, tornando-a um lugar apetecível para a aventura e desportos, como o canyoning, caminhadas, pesca desportiva e tantos outros que, reencontram no próprio ser, uma mente sã em corpo são. Mas a grandiosidade da ilha não termina aqui, os usos e costumes das suas gentes trazem consigo um espírito entre o profano e o sagrado, entre a alegria e a tranquilidade. “Tarrafal de Monte Trigo”, “Pico da Cruz”, “Cova” e o farol “Fontes Pereira de Melo” irão, com certeza, cativar o olhar e os sentidos dos visitantes.
 
A imponência das montanhas
A ilha de Santo Antão, a segunda maior ilha de todo o arquipélago cabo-verdiano, é dominada pelas sobranceiras montanhas que popularizam a figura do conhecido Topo de Coroa, um vulcão que marca a história desta ilha e que constitui o segundo pico mais alto do arquipélago, com 1.979 metros de altura.
 As ravinas e os vales, a norte, a paisagem desértica e árida, a sul, proporcionam cenários de extrema beleza e contrastes marcantes.
 
Os sabores
Talvez seja este o lugar ideal para experimentar o melhor grogue de Cabo Verde, uma bebida de elevado teor alcoólico, produzido com cana-de-açúcar. No caminho de Porto Novo para Ribeira das Patas, poderá visitar uma exploração agrícola que, hoje, é uma experiência única, em Cabo Verde, de aldeia turística auto-sustentada.
 Desporto
Sendo uma ilha de assinaláveis montes e picos, levadas e vales, Santo Antão proporciona uma infinidade de actividades desportivas, entre as quais se destacam as caminhadas, o trekking e bicicleta.
 Deixe-se levar pelos trilhos já existentes e envolva-se nas paisagens cénicas e formosas da ilha que um dia separou os territórios português e espanhol, no Tratado de Tordesilhas.
Fonte: Turismocv

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:58







Alguma sugestão em relação ao nosso Blog?