Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




“Além dos processos globais de ocidentalização e da orientalização, entendo que devemos, enquanto continente, fazer com que também seja possível falar de uma certa africanização do mundo, no sentido da participação por igual da África no contexto mundial”.

 

 

O desafio foi lançado ontem, quarta-feira, 05, pelo Presidente da República de Cabo verde, Jorge Carlos Fonseca, durante uma sessão especial de quase três horas enquadrada na Cimeira sobre Inovação em África, intitulada “Liderando a Inovação: Conversas com Presidentes”.

Defendeu o chefe do Estado cabo-verdiano que é necessário questionar determinadas teorias formuladas a partir de “determinados lugares”, sem que isso signifique rejeitar “a priori” as conquistas da humanidade.

 

“Cabe aos líderes africanos incitar a ruptura, apontar caminhos que de facto possam num mundo assimetricamente global acender a esperança através da certeza da construção de novos caminhos, mas no quadro do respeito dos direitos fundamentais e do reforço da cidadania”, referiu.

Ainda na sua explanação para um auditório cheio de jovens e empresários, Fonseca pontuou que a aceitação da importância de certa base de valores e atitudes enquanto condição para um ambiente favorável à inovação e à incorporação de tais valores e atitudes no comportamento dos líderes formadores de opinião, torna-se “importante” motor impulsionador das experimentações do pensar diferente, da inovação e do empreendedorismo”.

 

Como forma de promover a inovação interna, defendeu Jorge Carlos Fonseca, deve-se ter em linha de conta a promoção e reconhecimento de iniciativas que tenham substractos esses mesmos valores indutores da inovação, designadamente o reconhecimento do trabalho, da necessidade de avaliação, da criatividade e da premiação do mérito.

“Ao privado cabe assumir riscos, mudarem comportamentos avessos aos investimentos, pois produtividade supõe investimentos em tecnologias e em capital humano”, lembrou Jorge Carlos Fonseca “recordando que as universidades têm um papel importante para responder aos desafios sem precedentes associados a um sistema nacional e global de inovação”.

 

Fonte: BINOKULU

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:52










Alguma sugestão em relação ao nosso Blog?