Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As danças urbanas em Cabo Verde foram mal interpretadas e muitas vezes associadas a marginalidade. O que na realidade o único objectivo da dança é transmitir a cultura, o sentimento e a realidade que os dançarinos vivenciam.

 

 

 

Danças Urbanas – são dança praticadas nas ruas com intuito de desenvolver a cultura hip- hop de a fazer ser ouvida, através dos dançarinos denominados de dançarinos de rua (street dancer). O street dancer é o nome dado a pessoa que dedica aos vários vertentes da dança hip-hop (Krump, lin rock whit, poppin, lockin, breakin, jerkin, dubsteep, entre outros). Inicialmente, as danças urbanas eram utilizadas como manifestação popular e alternativa de jovens para não entrar em gangues de rua, que tomavam Nova Iorque em meados da década de 1970. Actualmente, é utilizado como meio de recreação ou competição no mundo inteiro.

 

A dança foi mal Interpretada em Cabo Verde

 

O que parece moda vai muito além de vestir uma roupa ou um boné e sair por ai dizendo " sou do hip-hop" a cultura é bem mais alta, é na verdade uma manifestação do movimento hip-hop. É a alternativa face a violência e a marginalização. Porém, em Cabo Verde as danças são muito discriminadas, e associadas a algo pejorativo (violências), o que faz com que os grupos não tenham reconhecimento nacional ou até internacional. Grupos como, TC-Dancers, Revolution, Fantastic Jerks, Black Diamond, Orgulho Negro, The incredibles, Boys-Superstars, DSD, The rejectors, Kriol-Dance- Moviment, Blackstyle, Black Diamond, CTT, Kriolus e os B-Brothers, vem tentando mostrar que os cabo-verdianos têm uma concepção errada da dança. Porem muitos dos grupos mencionados, já não existe e o motivo de não existirem mais é bem simples.

 

“NÃO SE VALORIZA O TALENTO A NÍVEL DAS (Danças) EM CABO VERDE”

 

Fonte: Jay Monteiro (http://www.facebook.com/jay.dmonteiro)

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:18










Alguma sugestão em relação ao nosso Blog?